Ensaios e jogos de cena do Governo Temer

O Governo Temer precisa implementar terríveis retrocessos em nossa realidade já precária. Para fazer isso, ele tem usado ensaios táticos. A CNI soltou a ideia de jornada de trabalho semanal de 80 horas, sentiu a repercussão e falou que era engano. Recentemente, o Ministro do Trabalho falou em jornada diária de 12 horas; quando a reação foi instantânea, Temer veio dizer que não era bem isso.

Ele já voltou atrás no fechamento do Ministério da Cultura, assim como voltou atrás na demissão do presidente da EBC. No reajuste do Judiciário foi um vai-não-vai, até que foi. Agora nega a extinção das disciplinas de Artes, Sociologia, Filosofia e Educação Física, anunciada publicamente em coletiva de imprensa e presente no texto da Medida Provisória. (Assim como no caso da jornada de 12 horas, parece apenas maquiagem da mesma proposta sob novas palavras, não dá nem para chamar de recuo ainda.)

Não se tratam de equívocos ou gafes. Isso é um governo sem legitimidade das urnas, sem legitimidade das ruas, sem legitimidade das pesquisas, colocado no poder para implementar medidas extremamente impopulares.

Nosso trabalho é fazer o medo que Temer sente em cada ataque virar realidade. GOLPISTA PASSA MAL!

temer2_0

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s